Toda expressividade de Thamyres Nunes

Home » Destaque Home » Toda expressividade de Thamyres Nunes

“O rádio vai aonde a internet não chega.”, diz a cantora sobre a importância do meio para a carreira.

 

Da esquerda para a direita: Thamyres Nunes, Victor Castro e Márcio de Paula.

Natural de Pirapora (MG), a cantora Thamyres Nunes é neta de uma dupla sertaneja e começou, desde cedo, a se apresentar e a tocar violão na “Carreta da Alegria” que percorria os bairros de sua cidade. Conhecida por ser uma das promessas da música sertaneja, a jovem conquistou a marca de 60 artistas mais tocados nas rádios mineiras com o singleVocê não Percebeu“.

Em entrevista para o monitor Victor Castro (do curso de Rádio, TV e Internet) e para o coordenador da discoteca da Rádio Gazeta, Márcio de Paula, a convidada falou sobre a influência (e a presença) da música na família, o momento em que decidiu seguir a carreira artística, as suas referência, o seu processo de composição, as preparações que faz antes de subir no palco e, também, as canções que não podem faltar em seus shows. Além disso, ela contou como surgiu a oportunidade de se apresentar na “Carreta da Alegria” e o impacto que a experiência em questão trouxe para si.

Sobre o mercado feminino da música sertaneja, a cantora explicou a importância de abrir mais espaço para vozes, o que falta para o machismo ser erradicado deste meio e a relevância de temas do universo masculino serem interpretados por mulheres. E, por fim, Thamyres Nunes comentou a influência tanto do rádio quanto do TikTok na sua carreira, de que forma avalia a mescla de gêneros, o processo de produção de seus últimos trabalhos “ao vivo”, como conseguiu controlar a pressão de lançar sempre um sucesso melhor que o anterior, os desafios de ser uma artista independente, o que torna uma canção eterna e a morte de Chrystian, que fez parte da dupla “Chrystian & Ralf”.

Acompanhe nossas redes sociais